Jornalistas querem que tudo termine em pizza

Jornalistas defendem a pizza no futebol

Engraçado. Ontem eu tava vendo o Troca de Passes no SporTV, se não me engano. E percebi uma coisa, no mínimo, curiosa. Os jornalistas esportivos vivem falando de moralização no futebol, que são a favor de punição nos tribunais pros jogadores que forem flagrados pelas câmeras agredindo alguém etc. E ontem, quase todos os presentes no programa, incluindo – como não poderia deixar de ser – Renato Maurício Prado, defendiam que deveria prevalecer, segundo eles, “o que aconteceu no campo”, no caso do Wasc0, e que debocharam do fato do Fluminense ter enviado um advogado ao julgamento.

Ué?! Mas a lei não deveria prevalecer? Eles não vivem falando que o Tribunal deveria ser mais rigoroso em relação aos atrasos, expulsões etc? Mas escalar jogador irregular não tem problema? Vindo do RMP, que quase teve um infarto defendendo que não foi pênalti no Fernando Henrique, eu já esperava isso, mas dos outros não. Lei é lei. Escalou irregular, arque com as consequências. Se for assim, todo mundo vai escalar jogador irregular e levar jornalistas pro tribunal pra defender o “resultado no campo”. Como se diz na minha terra, pimenta nos olhos dos outros é refresco.

Anúncios