vasco-julgamento1

A vida é bem mais difícil sem Euricão...

Bom, a razão venceu e o WascO não recuperou os pontos que tinha perdido semana passada. Era simples: o jogador jogou e não estava no BIRA da Federação carioca, não tem pra onde correr. Ponto final. Mas hoje de manhã, o advogado do Time que desceu Colina abaixo já disse que vai pro STJD, e que está disposto a conseguir um efeito suspensivo caso o julgamento não seja feito até sexta feira, para paralisar o campeonato. Se isso ocorrer, creio que os jornalistas , incluindo o Senhor Renato Mauricio Prado, que defenderam o “resultado no campo”, ficarão muito felizes. Ter o campeonato paralisado por um erro realmente cometido pelo WascO. Deve ser isso que eles querem.

Porém, a turma que anda com peninha do time que não cansa de rolar Colina abaixo ainda vai ter muito com o que se preocupar: o relator do processo, Sérgio Saraiva, vice do Pleno do TJD-RJ, disse que vai sugerir que o WascO seja também denunciado no artigo 231 do CBJD, Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que questiona a procura da Justiça Comum antes de acabadas as instâncias da Justiça Desportiva.  A pena, camaradas? Pé na bunda do campeonato.

O WascO escalou o Jefferson sem estar no BIRA? Sim. O WascO recorreu a Justiça comum antes de recorrer à Justiça Desportiva? Sim. Contra fatos não há argumentos. Se a justiça prevalecer, o WascO deve sim ser penalizado. Então por que a imprensa não cobra que a lei seja cumprida? Por que a imprensa não dá chiliquinhos e discursinhos pela moralidade no futebol carioca? Ou será que depois da saída do Euvírus o WascO agora vai tomar o lugar do Botafogo e passar a ser o coitadinho do Rio? Espero que não. A justiça é pra todo mundo, menos os times do Euvírus. Mas agora que o bonachão foi defenestrado de lá, o WascO vai aprender a se submeter a justiça. Como todo mundo.